• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 21 de maio de 2018 08:02:03
Em Tempo Real
  • 18/05/2018 07h55

    Marcondes Gadelha assume mandato e faz homenagem a Rômulo Gouveia; André de Paula(PSD-PE) deverá assumir a Quarta Secretaria

    Veja a íntegra do discurso de Gadelha
    Foto: Napoleão de Castro, especial para a Política Real

    Marcondes Gadelha fez discurso saudando Rômulo Gouveia

    ( Publicada originalmente às 14h 05 do dia 17/05/2018) 

     

    (Brasília-DF, 18/05/2018) O deputado Marcondes Gadelha(PSC-PB) assumiu na manhã desta quinta-feira,17, de forma definitiva o mandato, ele que era suplente.  Assumiu em face da vacância que se deu na representação paraibana com o falecimento do deputado Rômulo Gouveia(PSD-PB), ocorrido no último dia 13 de maio.  Gadelha que já foi senador e deputado volta a Câmara neste final de legislatura, ele que é um dos mais antigos apoiadores, especialemente depois da redemocratização, da transposição do rio São Francisco que caminha para se concretizar ainda neste ano.  Gadelha aproveitou, em sua fala, para exaltar Rômulo Gouveia.

    “Rômulo Gouveia era acima de tudo um político exemplar e completo e um cidadão admirável. Vocacionado para a arte da política desde eras, vocacionado para a política que estava entranhada nas suas veias e artérias, desde os tempos em que exercia liderança comunitária nos bairros de Campina Grande, passando depois pelos mais diversos postos eletivos, que conquistou ao longo de uma trajetória fulgurante: Vereador várias vezes, Deputado Estadual várias vezes, Deputado Federal.”, disse.  Como Gadelha já tinha assumido o mandato nesta legislatura a posse se deu de forma adminsitrativa na Secretaria Geral da Mesa.

    Quarta Secretaria

    Com o falecimento de Rômulo Gouveia se abriu outra vacância, o comando da Quarta Secretaria da Câmara dos Deputados, ele que foi eleito no ano passado com uma votação inédita na Casa.  Num acordo de líderes e de bancadas o PSD irá indicar seu substituto, que será o deputado André de Paula(PSD-PE), ao qual Gouveia era muito próximo. 

    Marcondes Gadelha teve posse administrativa na Secretaria Geral da Mesa

    A Mesa da Câmara dos Deputado possui cargos de suplentes, mas não seria “regimental” que um dos suplentes assumisse o posto vago.  O cargo poderia ganhar uma disputa com novo eleição, mas houve acordo e André de Paula assumirá a Quarta Secretaria da Câmara dos Deputados já na semana que vem haverá a oficialização.

    Veja a íntegra da fala do deputado paraibano:

    O SR. MARCONDES GADELHA (PSC-PB. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, meu caro Senador José Maranhão, que me honra com a sua presença, Sras. e Srs. Deputados, sabem todos das circunstâncias em que assumo, uma vez mais, o mandato de Deputado Federal e podem, por isso, avaliar a ingente responsabilidade que estou contraindo neste momento. Hão de avaliar o quanto há de ser difícil, o quanto há de ser árdua a missão de substituir, nesta casa, o nobre Deputado Rômulo Gouveia, um dos mais operosos Parlamentares não diria só da Paraíba, mas do Brasil inteiro.

    Aliás, se fosse destacar do elenco de virtudes, de bons princípios e de atributos que adornavam a sua personalidade, eu destacaria exatamente esta: a operosidade — aquele dinamismo, a garra, a determinação, a energia, aadrenalina que estendia na realização dos seus propósitos de fazer sempre mais pelo seu Estado e pelo seu País, de tal sorte que a sua seara se ampliava a cada dia e era sempre cada vez maior o campo da sua atuação, tanto do ponto devista funcional como espacial.

    Felizmente, Sr. Presidente, Rômulo parece que tinha o dom da ubiquidade, ou seja, aquela capacidade de estar presente em toda parte ao mesmo tempo, como se estivesse continuamente desafiando as leis da física. Fosse o evento político, social, cultural, ele estaria presente a todos, sem sacrificar a sua agenda de compromissos,o seu programa de audiências ou a sua assiduidade ao plenário.

    Mas, transcendendo isso tudo, para além disso tudo, Rômulo Gouveia era acima de tudo um político exemplar e completo e um cidadão admirável. Vocacionado para a arte da política desde (Ininteligível.) eras, vocacionado para a política que estava entranhada nas suas veias e artérias, desde os tempos em que exercia liderança comunitária nos bairros de Campina Grande, passando depois pelos mais diversos postos eletivos, que conquistou ao longo de uma trajetória fulgurante: Vereador várias vezes, Deputado Estadual várias vezes, Deputado Federal.

    E por onde passou foi cumulado com manifestações de apreço, de admiração, de respeito pelos seus colegas. E assim é que foi Presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, 4º Secretário da Câmara dos Deputados, tendo granjeado a maior votação de todos os tempos jamais consagrada a qualquer candidato a membro da Mesa ao longo das mais diversas Legislaturas.

    Dizia eu que era também um cidadão exemplar, um amigo fiel, leal, o ombro fraterno, o companheiro solidário, atendo às vicissitudes do próximo, que se não podia resolver um problema ou outro, pelo menos tinha sempre uma palavra de conforto, mas jamais voltava as costas, jamais ficava indiferente, jamais refluía, diante da necessidade do seu semelhante.

    Foi também um pai de família exemplar. Construiu com Eva um lar harmonioso, e foi premiado por Deus com quatro filhos muito amados.

    Sr. Presidente, eu rendo aqui a homenagem ao meu antecessor, a quem costuma ver aí na Mesa Diretora, quase sempre como escrutinador, mas sempre participando das grandes decisões, quando este Plenário era desafiado a dar a sua contribuição em favor do País.

    Sr. Presidente, contemplando a mesa vazia, resta-me dizer: nesta mesa está faltando ele, e a saudade dele está doendo em nós.

    Muito obrigado.

    ( da redação com informações de assessoria. Edição: Genésio Araújo Jr)