• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 24 de setembro de 2018 13:25:55
Genésio Jr.
  • 11/03/2018 15h04

    E Ciro Gomes nisso tudo?!

    Já virou lugar comum dizer, nos meios políticos, que ela deverá prosperar se se confirmar não só a não candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

    Ciro Gomes poderá avançar, mas o Nordeste não é tudo( foto: PDT)

    (Brasília-DF) Essa primeira semana de março foi animada no lançamento de pré-candidaturas à Presidência da República. Teve para todo tipo e qualidade(sic), como se diz no Nordeste.  Muitas delas foram lançadas em Brasília(DF), a caixa de ressonância quando se chama do espaço no jogo político, especialmente neste momento preliminar. Mas teve, também, um lançamento em São Paulo.

    As pré-candidaturas foram dos extremados, passando pelo centro-direita e centro-esquerda. Vamos ter mais pela frente.  Tudo indica que teremos muitos candidatos, gostem ou não.  Ideias que são boas, poucas.  Na verdade, nenhum dos candidatos tem coragem de defender o que de fato tem que ser feito.  A realidade, despois de tanto sofrimento, não enche barriga eleitoral.  O que anima mesmo é o sonho. Impressionante, mas temos que reconhecer que falar a verdades em eleições nunca foram boas conselheiras ao pragmatismo! Falar em teses populistas é muito fácil, para se socorrer!

    Agora, vamos a uma pergunta que todos me fazem, pois fui escolher a pauta nordestina como minha preferida, dedicada!  Para onde vai a pré-candidatura do ex-deputado estadual, ex-prefeito de Fortaleza, ex-governador, do Ceará, ex-ministro e ex-deputado Ciro Ferreira Gomes?

    Já virou lugar comum dizer, nos meios políticos, que ela deverá prosperar se se confirmar não só a não candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva(cada vez mais nítida, até para os petistas), mas que o Partido dos Trabalhadores lance um nome que não tenha origem na política nordestina.  Se o PSB não lançar candidatura própria à Presidência, isso poderá engrenar mais ainda os sonhos do PDT e de Ciro Gomes de seguir longe numa disputa que terá muito mais de prévia do que de efetiva campanha eleitoral.   Ainda tem mais um ingrediente, se o MDB não lançar um nome, que poderá ser o do Presidente Michel Temer, ou de neo filiado Henrique Meirelles, Ciro Gomes poderá engordar mais sua conta eleitoral.

    Ele lançou sua pré-candidatura num dia internacional das mulheres e disse que vai evitar cometer besteiras eleitorais, e já começou assim ao se dedicar, em sua recém estada na Capital Federal, a dizer sobre as injustiças que se cometem com o ex-presidente Lula.

    Ciro Gomes tem contra si uma campanha casada em que os partidos precisam fazer base eleitoral com a eleição geral, especialmente de deputados federais. Os comandos partidários sabem que poder mesmo no Brasil está no Congresso Nacional.  O protagonismo do Judiciário é inegável, mas quem muda tudo é o Legislativo, que o diga o recente impeachment e o formato de financiamento público montado.   

    Já disse noutro momento, ninguém se elege sem o voto nordestino, mas ele não é suficiente para tudo.

    Por Genésio Araújo Jr, jornalista

    Email: [email protected]